piolin1piolin

O ribeirãopretano Piolin, maior palhaço de todos os tempos, foi homenageado na Câmara Municipal de Ribeirão Preto em 27 de março, evento comemorativo ao "Dia Nacional do Circo", em homenagem ao palhaço "Piolin", considerado o maior palhaço do mundo.
Na oportunidade foi proferida, no Salão Nobre do legislativo, a palestra sobre o assunto pela escritora Jair Ianni, com o pré-lançamento do seu livro "Trajetória Iluminada do maior Palhaço Brasileiro PIOLIN" e exposição de gravuras alusivas ao homenageado.
Sobre Piolin
O dia 27 de março foi escolhido como o Dia Nacional do Circo em homenagem a Abelardo Pinto, o palhaço "Piolin" nascido, nesta data, em Ribeirão Preto no ano de 1897, filho de Galdino Pinto e Clotilde Farnesi.
Piolin figura entre os ilustres palhaços do Brasil. Como todo artista de família tradicional circense, aprendeu acrobacia, ciclismo, contorção e estudou música - tocava violino e bandolim. Sua estrutura física, magro e com as pernas compridas, lhe rendeu o apelido de "Piolin", um barbante. Piolin herda o circo do pai e, com seus sobrinhos e filhos, mantém, no Largo do Paissandu, em São Paulo, por mais de 30 anos, o Circo Piolin. Conquistou o reconhecimento dos intelectuais da Semana da Arte Moderna, como exemplo de artista genuinamente brasileiro e popular. O presidente Washington Luís era um de seus espectadores mais assíduos. Marinetti, o papa do Futurismo, quis levá-lo para a Itália. Blaise Cendras declarou ter descoberto "o maior palhaço do mundo". Piolin faleceu em 1973.
"O circo não tem futuro, mas nós, ligados a ele, temos que batalhar para essa instituição não perecer"Frase dita por Piolin, pouco antes de morrer.
Fonte: alumiar

Comentários

Postagens mais visitadas